Rádio Justiça: acompanhe alguns dos destaques da programação desta sexta-feira (25)

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 24 de março de 2011 as 17:05, por: cdb

Jornal da Justiça: Plenário do STF mantém intacta a Lei Maria da Penha
Supremo Tribunal Federal define que artigo 41 da Lei Maria da Penha é constitucional. O texto do referido artigo expressa que a violência cometida contra a mulher não pode ser punida de maneira branda e, por essa razão foi questionado, com a alegação de que violava os princípios da igualdade e da proporcionalidade. Mas, o relator, ministro Marco Aurélio, lembrou que a Constituição manda tratar as minorias de maneira especial. A decisão, tomada por todos os ministros presentes ao julgamento, mantém intacta a Lei Maria da Penha. Confira os detalhes no Jornal da Justiça que ainda destaca: Brasil e Portugal realizam cooperação técnica para executar testes de paternidade. O pedido foi feito pela 1ª Vara Cível da Comarca de Brusque (SC) ao Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça, que o encaminhou às autoridades portuguesas. Em entrevista, o coordenador-geral de Cooperação Jurídica Internacional, Boni Soares traz todos os detalhes sobre o caso. Em Salvador, Ministério Público do Trabalho ajuíza ação contra empresa de bebidas por assédio moral contra os trabalhadores. Jornal da Justiça, nesta sexta-feira (25), a partir das 6 horas.

Justiça na Manhã destaca congresso sobre processo civil
Juristas se reúnem em abril, no Rio de Janeiro, para discutir sobre a nova proposta legislativa em processo civil. Um dos tópicos a ser analisado está relacionado às demandas repetitivas, como os contratos de telefonia, cadernetas de poupança, etc. Também discutirão sobre o fim do efeito suspensivo dos recursos e sobre as novidades na área da conciliação. Especialistas participam desta edição do Justiça na Manhã e destacam algumas novidades. Nesta sexta-feira (25), a partir das 8 horas.

Radionovela “Don Juan e Casanova” fala sobre processo de tombamento
A casa onde moram Teodoro e Lucinda adquiriu valor histórico. Isso porque se descobriu que o fundador da cidade mantinha um romance com a falecida mulher do Teodoro. Lucinda, que não é nada boba, decide tombar o imóvel. Mas, seu pai se mostra irredutível. Será que ela conseguirá convencer seu pai dos benefícios? Confira na trama de “Don Juan e Casanova”, a radionovela da Rádio Justiça, com apresentação em diversos horários.

Rádio Justiça
Emissoras interessadas podem receber boletins diários produzidos pela Radioagência Justiça. Basta um cadastro no site. São jornais com as principais notícias do Judiciário transmitidos diariamente.

A Rádio Justiça é sintonizada em 104,7 MHz, no Distrito Federal, pelo satélite ou pelo site www.radiojustica.jus.br.

Fonte: Rádio Justiça