QUITO NEGA PRESENÇA DE EMBAIXADOR EM REUNIÃO COM MILITARES PARAGUAIOS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 28 de junho de 2012 as 12:45, por: cdb

ASSUNÇÃO, 28 JUN (ANSA) – Autoridades de Quito negaram que o embaixador do Equador em Assunção, Julio Prado, tenha participado de uma reunião com militares do Paraguai pedindo que eles apoiassem o governo de Fernando Lugo.
   
“A Embaixada do Equador no Paraguai desmente categoricamente a informação”, divulgou a sede diplomática por meio de um comunicado dirigido ao jornal paraguaio Última Hora.
   
A Embaixada ainda pediu que fossem retificadas “estas tendenciosas acusações” que não promoviam outra coisa, como afirmaram, além da “discórdia e da desinformação”.
   
A ministra da Defesa do Paraguai, María Liz García, disse hoje que o chanceler da Venezuela, Nicolás Maduro, teria se reunido com dois alto chefes militares de seu país, na companhia de Prado e do secretário particular de Lugo.
   
Segundo ela, “o chanceler [Maduro] incitou [aos militares] que respondessem a situação que estava ocorrendo e que afetava ao ex-presidente”. Eles, por sua vez, teriam atuado “constitucionalmente”, disse.
   
A reunião teria acontecido entre a quinta-feira e a sexta-feira da semana passada, quando Lugo foi submetido a um julgamento que resultou em sua destituição do poder por “mau desempenho de funções”.(ANSA)