PV quer duas modificações no texto da reforma tributária

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 1 de junho de 2003 as 21:46, por: cdb

O Partido Verde realizou sua convenção em Brasília, neste final de semana, sem a presença das suas duas principais estrelas: o ministro da Cultura, Gilberto Gil, que está em Angola, e do ex-ministro do Meio Ambiente do governo Fernando Henrique, Zequinha Sarney, que viajou para o Maranhão.

Integrante da base governista, o PV quer incluir no texto da reforma tributária duas modificações, sem as quais ameaça votar contra proposta apresentada pelo Palácio do Planalto. A primeira mudança defendida pelos verdes é a introdução do princípio do “poluidor pagador”, pelo qual empresas que causam danos ao meio ambiente teriam de pagar mais impostos.

O PV quer ainda aproveitar a reforma tributária para alterar os critérios de distribuição dos recursos públicos aos Estados e municípios, com base no chamado “fator ambiental e indígena”. De acordo com o deputado Édson Duarte (BA), esta seria uma forma de incentivar a manutenção das áreas de preservação ambiental, onde não pode haver exploração econômica.

Sempre que um tema caro aos ambientalistas está em discussão, o PV age com independência em relação ao governo. Foi assim no caso da MP que liberou parcialmente a venda de soja transgênica plantada no Rio Grande do Sul: os verdes votaram contra o governo.