Putin não anulará privatizações da década de noventa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 26 de setembro de 2003 as 03:09, por: cdb

O presidente russo, Vladimir Putin, garantiu na última quinta-feira que não anulará as polêmicas privatizações realizadas em seu país na década de noventa.

Apesar de saber que certas privatizações na Rússia foram feitas de modo impróprio, Putin disse que o prejuízo na economia seria maior com a anulação das vendas.
 
– A privatização não foi sensata, e nem sempre por razões econômicas, geralmente por questões políticas – disse Putin durante uma coletiva em Nova York.

– A maioria do povo russo acredita que foi errada, mas se começarmos a rever tudo, o dano será ainda maior que a privatização original – disse Putin.

Uma ação judicial contra a companhia de petróleo russa Yukos tem despertado preocupação sobre uma possível revisão do processo de privatização, no qual um pequeno grupo de empresários adquiriu os recursos minerais do país a preços mínimos.

Especialistas concordam que antigos colegas de Putin na KGB, agora com altos postos no Kremlin, realizam uma campanha para reduzir o poder dos magnatas do petróleo e da mineração. No outro lado, os empresários advertem que uma campanha contra as empresas privatizadas pode minar a estabilidade política e a imagem da Rússia.