PTB garante apoio ao governo, antes mesmo de ser convidado à coalizão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 23 de novembro de 2006 as 12:41, por: cdb

Embora não tenha sido convidado, oficialmente, para integrar a coalizão pretendida pelo governo, o PTB formalizou o apoio do partido ao segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em nota divulgada nesta quinta-feira. O partido se comprometeu a apoiar a votação dos projetos de interesse do governo no Congresso, mas não negociou ainda o tamanho de sua participação no primeiro escalão. Atualmente, o PTB tem um ministro (Walfrido Mares Guia, do Turismo) no governo.

Líder do PTB na Câmara, deputado José Múcio (CE) disse que a legenda vai apoiar o presidente no Congresso sem negociar cargos no governo.

– Vamos apoiar o governo sem pedir nada em troca. Nós já ajudamos o governo no primeiro mandato, temos um ministro no governo [Walfrido Mares Guia, do Turismo]. Não temos que negociar, mas dizer que estamos em sua base dispostos a ajudar – disse Múcio.

Múcio não deixou claro, no entanto, como será o apoio ao governo sem a participação na coalizão política. O líder disse, apenas, que a intenção do partido é ajudar o Executivo na aprovação de matérias no Congresso –sem necessariamente aumentar a participação da legenda no primeiro escalão do governo.

– Seria deselegante expressar o nosso apoio e parceria se estivéssemos pleiteando alguma coisa – afirmou.

Ele negou que o presidente do partido, Roberto Jefferson (PTB-RJ), tenha orientado o PTB a não integrar o governo de coalizão proposto por Lula.

– O Roberto tem amor pelo país e tem consciência da nossa responsabilidade neste momento. Não temos dissidências no partido. O nosso espírito é ajudar o país – afirmou.

O parlamentar foi designado como interlocutor do partido com o Palácio do Planalto, depois que Jefferson rompeu com o governo federal no ano passado, em meio ao escândalo do mensalão.