PT processa Veja em valor ainda não calculado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 7 de novembro de 2005 as 18:44, por: cdb

O PT ingressou, nesta segunda-feira, com uma ação de reparação por danos imateriais contra a Editora Abril, proprietária do título da revista Veja. Na ação, o departamento jurídico do partido afirma que a publicação veiculou capas que ofendem a imagem da legenda. Não foi pedido um valor de indenização, que seria de arbítrio da Justiça, segundo os advogados do PT.

Do processo constam as oito matérias de capa de Veja, veiculadas desde o início do ano, entre elas: “O PT deixou o Brasil mais burro?” (26/01); “Tentáculos das Farcs no Brasil” (16/03) e “Os dólares de Cuba para a campanha de Lula”. As duas últimas referem-se às supostas doações de grupos estrangeiros para a partido, seja o grupo guerrilheiro Força Armada Revolucionária da Colômbia (Farc) e o governo cubano de Fidel Castro.

De acordo com o departamento jurídico do partido, as capas mencionadas no processo “constituem um robusto conjunto de ofensas” e são “claramente destinadas a grafar negativamente a imagem do partido e seus militantes, sem apego concreto com a realidade fática contida nas respectivas matérias insertas no corpo das revistas”. O partido afirma, ainda, ser “incalculável” o poder de disseminação dos danos provocados pelas capas, que são divulgadas por jornais, rádios, televisões, sites de internet, além do próprio público leitor da publicação.