Psicólogo é acusado de queimar paciente

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de novembro de 2006 as 12:08, por: cdb

O psicólogo Edson Rodrigues de Souza, 28, foi preso em flagrante em Anápolis (GO) acusado de atear fogo a uma paciente.

Edimar Francisca de Oliveira, 42, teve queimaduras de 1º e 2º graus nas costas e cabeça. Ela se tratava contra depressão e síndrome do pânico há seis meses no Instituto de Psiquiatria Professor Wassily Chuc.

Segundo o depoimento de Edimar e de duas testemunhas à polícia, o psicólogo colocou fogo na cama da paciente, para estimulá-la durante a terapia.

O advogado de Souza, Euripes Rosa, declarou que a vítima teria pulado no fogo.

– Meu cliente tentou socorrê-la e até se queimou, disse.

Souza está preso num batalhão da PM por lesão corporal e incêndio.

– Esse tipo de procedimento não é comum, não é terapêutico. Ele foi infeliz, – disse Maurício Candiotto, diretor do hospital.