Protesto contra FHC gera tumulto e 16 pessoas saem feridas em Porto Alegre

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 19 de outubro de 2001 as 15:13, por: cdb

A inauguração do novo terminal do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, gerou tumulto e pelo menos 16 feridos. Um grupo de manifestantes, formado por integrantes da CUT, MST, bancários, trabalhadores aeroportuários e servidores federais em greve, jogou pedras, tijolos e garrafas contra os policiais da Brigada Militar que faziam a segurança no lado externo do aeroporto.

Doze policiais e quatro mulheres da manifestação ficaram feridas.

Os policiais tentaram conter os manifestantes jogando bombas de gás lacrimonêgeo e atirando balas de borracha. Os PMs impediram a aproximação dos ônibus e carros de som dos manifestantes até o novo terminal. Concentrados em frente ao antigo terminal, os manifestantes atearam fogo em pneus, bloqueando o trânsito em duas avenidas importantes da área.

Enquanto isso, mais de 500 pessoas entre autoridades e convidados participavam da inauguração que contou com a presença do presidente Fernando Henrique Cardoso, ministros, autoridades estaduais e municipais.

O novo complexo inclui sistema eletrônico que controla a temperatura de todo o terminal, pontes móveis para embarque e desembarque de passageiros e aeroshopping.

O ministro da Defesa, Geraldo Quintão, informou que este é o terceiro terminal aeroportuário que o governo federal inaugura nos últimos meses. Quintão afirmou que o aeroporto Salgado Filho é a porta de entrada do Mercosul. “Não é apenas um lugar de trânsito de passageiros. O aeroporto tem uma significativa importância para o desenvolvimento econômico de um país”, afirmou Quintão.

O governador Olívio Dutra (PT) ressaltou a parceria entre a administração estadual e o governo federal na modernização do aeroporto em Porto Alegre. Dutra lembrou que o governo estadual vai concluir as obras de infra-estrutura necessárias na região. Ele pediu ao presidente Fernando Henrique Cardoso que seja acelerado o projeto que cria a nova agência de aeronáutica e que não seja extinta a tarifa aeroportuária.

O presidente Fernando Henrique destacou a importância das parcerias entre a União e governos estaduais e municipais, “independente do partido político dos governantes”. Como o governo estadual, a administração municipal da capital gaúcha está nas mãos do PT.

Fernando Henrique prometeu investir na ampliação da pista do aeroporto Salgado Filho.