Proposta Pedagógica é pauta de encontro de profissionais da rede municipal

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2012 as 12:18, por: cdb

Os fundamentos da proposta pedagógica da rede municipal e o papel dos gestores diante da formulação do documento. Estas foram as temáticas do encontro de dirigentes, supervisores, orientadores pedagógicos e educacionais nesta quinta-feira (22), no auditório Claúdio Ulpiano, na Cidade Universitária.Os fundamentos da proposta pedagógica da rede municipal e o papel dos gestores diante da formulação do documento. Estas foram as temáticas do encontro entre dirigentes, supervisores, orientadores pedagógicos e educacionais nesta quinta-feira (22), no auditório Claúdio Ulpiano, na Cidade Universitária

Segundo o secretário de Educação, Guto Garcia, a oportunidade foi primordial para destacar o desdobramento amplo das atividades que foram desenvolvidas. “A intenção é alavancar as ações pautadas na proposta pedagógica que serão apresentadas na próxima sexta-feira (29), no Fórum Municipal de Educação”, explica.

Ele lembra que, no decorrer de 2011, foram realizadas diversas reuniões com a abordagem de tópicos relevantes para compor o documento da proposta pedagógica, que também se volta para concepções filosóficas e políticas, respaldadas nos estudos e reflexões dos educadores e técnicos.

Nesta quinta-feira, os representantes, que integram dez comissões setoriais que compõem a Educação de Jovens e Adultos (EJA), escolas de tempo integral, Educação Infantil e Ensino Fundamental participaram de um estudo dirigido junto à técnica em Educação e representante da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ana Canen. Participaram representantes das subsecretarias de Ensino Fundamental, Educação Infantil e Educação na Saúde, Cultura, Esporte e de Ambiente.

A especialista em “Diversidade e Multiculturalismo” apresentou aos profissionais que atuam nas unidades municipais de ensino e na Secretaria de Educação a matriz filosófica da proposta pedagógica, que são o conhecimento e a diversidade cultural. “Macaé apresenta uma característica especial por contar com alunos provenientes de diversas cidades com diversidade cultural e diferenças sociais. Diante disso, o currículo deve levar em consideração o conhecimento bem estruturado aliado a diversas linguagens”, ressalta.

Ana Canen observa que os técnicos da rede municipal de Macaé conseguiram aliar teorias de educadores consagrados à realidade do município. “O estudo dirigido foi essencial para destacar como os fundamentos foram traduzidos no contexto educacional. Além disso, abordamos as oito dimensões integradoras em áreas curriculares específicas , a exemplo da história de Macaé e o patrimônio cultural, que podem ser articulados no estudo de variadas disciplinas”, explica.

Durante o encontro, a formulação da proposta pedagógica foi alvo de elogios e de atenção dos novos profissionais, que ingressaram recentemente na Secretaria de Educação, através de concurso. Entre elas, está a orientadora pedagógica Franciane Magaldi. “ Fiquei maravilhada com o que vi e pude saber sobre a estrutura da rede e a proposta pedagógica. Esta é mais uma oportunidade de saber mais sobre o trabalho no município”, conta.

Da mesma opinião é a orientadora educacional Débora Cesário. “ Saber detalhes da proposta pedagógica é de suma importância para contribuir com o nosso trabalho e reforçar a qualidade do ensino”, diz.

Segundo a subsecretária de Ensino Fundamental, Gelda Tavares, a proposta pedagógica será o norteador da rede municipal. “A proposta foi coletiva . Além das reuniões, os dirigentes e professores preencheram nas escolas formulários referentes às propostas internas. O último encontro para explanar a matriz filosófica e destacar para os novos funcionários da rede o que é a proposta pedagógica. Esta é a oportunidade para os profissionais se adaptarem da melhor maneira ao ensino municipal”, concluí.Participam da coordenação das comissões as técnicas Ana Lúcia Nunes, Ana Lúcia Fidalgo e Luciane Carneiro.