Projetos de saúde, cultura e defesa civil da RMC terão recursos do Fundocamp

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012 as 11:58, por: cdb
  • Publicação: 29/02/2012 – 14:55h
  • Redatores: Sirlene Virgílio Bueno
  • Release N.º: 382
  • Odair Gonçalves ACS/PMI

    O Conselho de Desenvolvimento Metropolitano da RMC (Região Metropolitana de Campinas) aprovou as propostas de aplicação de R$ 3.589.286,96 do Fundocamp (Fundo de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas) em projetos dos municípios da região nas áreas de Saúde, Cultura e Defesa Civil. O encontro dos membros do Conselho foi realizado na manhã de segunda-feira (27), em Paulínia.

    Na área de Saúde, o projeto de “Informatização de Unidades Básicas de Saúde” terá o repasse de R$ 2.734.851,56, com o teto de R$ 10 mil por unidade. Dezesseis municípios já solicitaram os recursos, totalizando 287 unidades de Saúde a serem beneficiadas. Os recursos foram solicitados por Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Nova Odessa, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Valinhos e Vinhedo.

    Na Cultura, a “Re-Virada Cultural Regional” terá um repasse previsto de R$ 600 mil, distribuídos pelos 15 municípios que já solicitaram. Serão R$ 40 mil por município. A Re-Virada deve ser realizada nos dias 11, 12 e 13 de maio, simultaneamente nos municípios de Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Hortolândia, Indaiatuba,

    Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Nova Odessa, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo

    Antonio de Posse, Valinhos e Vinhedo. A Secretaria de Estado da Cultura também fará o repasse de R$ 8 mil por município para a realização do evento.

    Já o projeto de “Implantação de Estação de Trabalho para Defesa Civil” terá o repasse estimado de R$ 254.425,40, sendo R$ 32 mil por município, considerando que oito cidades já solicitaram a Estação. São elas: Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Itatiba, Nova Odessa, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Valinhos e Vinhedo.

    A Secretária de Estado de Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella, não compareceu ao encontro, mas enviou o assessor Carlos Cruz, para apresentar o Programa de Formação Profissional em Odontologia para atendimento às pessoas portadoras de necessidades especiais. O programa destina 30 vagas para as regiões metropolitanas no curso de especialização ministrado pela UNESP de São José dos Campos, para capacitar dentistas das redes municipais.

    Ainda na reunião de segunda-feira, os conselheiros aprovaram a proposta de parcelamento do débito de cerca de R$ 2,5 milhões que o município de Campinas tem com o Fundocamp, que deve ser quitado até 2016.

    #