Projeto discute revoluções a partir dos direitos humanos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de março de 2011 as 13:40, por: cdb

Será uma série de eventos com enfoque para as revoluções sociais a partir de eixos dos direitos humanos e do embate entre estética e política


25/03/2011


Da redação

 

Terá início em São Paulo, nesta sexta-feira (25), o projeto Revoluções: Educação, História, Direitos Humanos, Cinema e Fotografia. Será uma série de eventos com enfoque para as revoluções sociais a partir de eixos dos direitos humanos e do embate entre estética e política.

A primeira atividade é o lançamento do site Revoluções (www.revoluções.org.br) que abrigará todo o conteúdo relacionado ao projeto. O evento contará com leituras dramáticas de textos relacionados às revoluções sociais pelo grupo teatral Galpão de Folias, a partir das 20h, no Espaço de Convivência do SESC Pinheiros. A entrada é gratuita.

Em seguida, de 5 a 8 de abril, será realizado o curso Educação, Revoluções e seus direitos, com os professores Costas Douzinas (Birkbeck College/ Universidade de Londres), Alysson Mascaro (USP), Olgária Matos (USP), José Sérgio Carvalho (USP) e Paulo Teixeira (deputado federal/ PT-SP).

No dia 19 de abril, Frei Betto debate o tema Imaginário, Futuro e Utopia.

Entre os dias 20 e 21 de maio haverá o seminário: Revoluções – uma política do sensível, que contará com a presença do filósofo esloveno Slavoj Žižek – que lançará os livros “Em defesa das causas perdidas” e “Primeiro como tragédia, depois como farsa” (Boitempo Editorial) – e dos professores Emir Sader (UERJ), Marilena Chauí (USP), Vladimir Safatle (USP) e Eduardo Gunter (Universidade de Buenos Aires). Fazem parte da programação também as videoconferências do sociólogo Michael Löwy e do cineasta alemão Alexandre Kluge.

No mesmo período haverá a abertura da exposição Revoluções, que apresentará o filme de nove horas e meia de Alexander Kluge, “Notícias de antiguidades ideológicas: Marx, Eisenstein, o Capital”. Nele, Kluge retoma o projeto do cineasta russo Eisenstein de filmar “O Capital”, de Karl Marx, a partir da estrutura de Ulysses, de James Joyce. A Versátil Home Vídeo fará, na ocasião, o lançamento de uma caixa com os três DVDs do filme, inédito no Brasil. Haverá também uma exposição baseada nas fotografias do livro “Revoluções” organizado por Michael Löwy (Boitempo Editorial).

O projeto conta ainda com uma oficina de Klemens Gruber, professor da Universidade de Viena, sobre Alexander Kluge, Mídia e Revolução, a partir da análise da obra de Kluge, nos dias 22 e 24 de maio.

Revoluções é uma realização da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, do Instituto de Tecnologia Social (ITS – BRASIL), do SESC SP, e da Boitempo Editorial e conta com apoio do Instituto Goethe e da E-open.

Todas as atividades acontecem nas instalações do SESC Pinheiros (Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, São Paulo) e são gratuitas.

As inscrições podem ser feitas até 28 de março por meio do formulário disponível no endereço www.revolucoes.org.br/inscricoes-curso. As vagas são limitadas.

 

Calendário Revoluções

 

25/03 – Lançamento do site Revoluções com o grupo teatral Folias

5 a 8/04 – Curso sobre Direitos Humanos: Educação, Revoluções e seus direitos

19/04 – Debate: Direitos Humanos, Imaginário, Futuro e Utopia com Frei Betto

20 e 21/05 – Seminário: Revoluções – uma política do sensível

21/05  – Lançamentos dos livros “Em defesa das causas perdidas” e “Primeiro como tragédia, depois como farsa”, de Slavoj Žižek (Boitempo Editorial)

21/05  – Abertura da exposição “Revoluções com filmes e  fotografias do livro “Revoluções” (Boitempo Editorial) organizado por Michael Löwy.

22 e 24/5 – Oficina Mídia e Revolução, com Klemens Gruber (Universidade de Viena)