Projeto desperta a leitura junto à comunidade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2012 as 13:19, por: cdb

Por: Giselle Fagundes

Ainda no primeiro semestre deste ano, o projeto “Biblioteca Ativa”, que é desenvolvido desde 2009 pela Divisão de Projetos e Programas, da Secretaria Municipal de Educação de Montes Claros, vai dar inicio a duas novas ações: “Montes Claros lê com prazer” e “Caravana da Leitura”. O projeto, que tem como principais objetivos democratizar e estimular a leitura e desenvolver atividades de valorização do ato de ler como fonte de prazer e de bem-estar, utilizando os espaços públicos da cidade como praças, parques, pontos de ônibus, entre outros.

Além de divulgar a importância do ato de ler, fora dos limites das unidades de ensino, as ações pretendem proporcionar à comunidade leitora momentos de apreciação literária, dinamizar atividades literárias e culturais para o público leitor de faixas etárias variadas, sensibilizar a comunidade para a necessidade da leitura como hábito saudável e prazeroso do nosso cotidiano, articular parcerias com órgãos e instituições para efetivação das ações e divulgar, através de material gráfico, os diversos gêneros literários.

Segundo a chefe da divisão de Projetos e Programas, Carla Maria Amaral Silveira, a sensibilização para a importância do ato de ler “por prazer” é base primordial para desenvolvimento das iniciativas. “O objetivo é levar às comunidades a oportunidade de desvendar os mistérios e a magia existentes nos livros, através da leitura desvencilhada da obrigatoriedade. Uma leitura leve, sem cobranças, apenas pelo prazer que esse ato nos proporciona”, explica.

Para atingir um público bem diversificado e garantir o acesso gratuito às atividades literárias e culturais, especialmente àquelas pessoas que não dispõem de tempo para frequentar uma biblioteca convencional, um veículo está sendo adaptado para se transformar em uma biblioteca ambulante. “A Caravana da Leitura, além de promover a circulação do conhecimento e da informação, pretende elevar o nível de interesse e participação do leitor realizando atividades literárias e culturais, além de contribuir para o envolvimento do leitor em experiências literárias, fora dos espaços de leitura convencionais”, explica Carla Amaral.

Segundo ela, o projeto vai contemplar as comunidades urbanas e rurais já que o veículo circulará por diversos núcleos previamente definidos. “Teremos caixas-estantes com um acervo diversificado com romances, obras literárias infantis, gibis, revistas, jornais, livros didáticos, entre outros e também serão desenvolvidas atividades voltadas ao incentivo literário, tais como música, jogos teatrais, dança e oficinas de arte”, finaliza.