Programa Nacional de Inclusão de Jovens vai beneficiar 200 mil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 1 de fevereiro de 2005 as 21:07, por: cdb

Na cerimônia de criação da Secretaria Nacional da Juventude, o presidente Lula também assinou a medida provisória que cria o Programa Nacional de Inclusão dos Jovens. O ProJovem vai beneficiar jovens entre 18 e 24 anos de 26 capitais e do Distrito Federal. Em 2005, o programa oferecerá 200 mil vagas.

Os candidatos devem ter completado a quarta série do ensino fundamental e ter a oitava série incompleta. Terão prioridade jovens sem qualificação para disputar uma vaga no mercado de trabalho. Durante 12 meses, os selecionados vão participar de cursos de aceleração de aprendizagem, inclusão digital e qualificação profissional.

Nesse período, é necessário prestar serviços comunitários. Em contrapartida, os jovens recebem um auxílio mensal de R$ 100. No Orçamento Geral da União para 2005 estão previstos R$ 311 milhões para o programa. A gestão do Pro Jovem será feita pela Secretaria-Geral da Presidência da República, em parceria com os Ministérios da Educação, do Trabalho e Emprego e do Desenvolvimento Social e Combate a Fome.

– Tanto no programa quando na Secretaria, haverá um processo interno de diálogo com os ministérios para a construção de uma integração. Teremos um desafio muito grande pela frente – disse o futuro secretário Nacional da Juventude, Beto Cury, atual subsecretário de Articulação Social da Secretaria-Geral da Presidência da República.