Programa brasileiro contra aids recebe o Prêmio Gates de Saúde Global

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 29 de maio de 2003 as 04:58, por: cdb

A Fundação Bill & Melinda Gates anunciou nesta quarta que o Programa Brasileiro de Aids foi selecionado para receber o Prêmio Gates de Saúde Global de 2003.

O programa, considerado um modelo de combate ao HIV/Aids em países em desenvolvimento, combina acesso gratuito ao tratamento anti-retroviral com agressivas campanhas de prevenção ao HIV.

O Prêmio Gates, de US$ 1 milhão, administrado pelo Conselho Global de Saúde, será entregue no dia 29 de maio em Washington, na 30ª Conferência Anual Internacional do Conselho.

O governo Brasileiro usará os fundos para financiar grupos de base comunitária que cuidam de órfãos e pessoas vivendo com HIV/Aids.

O Brasil obteve visibilidade internacional em 1996 quando garantiu acesso gratuito a medicamentos anti-retrovirais a todos os cidadãos. Hoje, o país fornece tratamento para HIV para aproximandamente 115.000 pessoas.

O governo conseguiu reduzir os custos de tratamento negociando preços mais baixos com as companhias farmacêuticas e fabricando versões genéricas de alguns medicamentos.

O Brasil estima que desde 1996, seu programa de tratamento reduziu a mortalidade decorrente da Aids em quase 50% e as infecções oportunistas em 60 a 80%.

O governo brasileiro também estima que seu programa de tratamento preveniu quase 360.000 internações de 1997 até 2001, resultando em uma economia de mais de US$1 bilhão.