Profissionais que operam raio-x devem receber adicional de periculosidade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 15 de outubro de 2003 as 16:24, por: cdb

Em decisão unânime, a Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalhoo (TST) reconheceu que as atividades profissionais ligadas ao manuseio dos serviços de radiologia, inclusive as relacionadas com diagnósticos médicos e odontológicos, devem ser compensadas com o pagamento de adicional de periculosidade. A decisão foi tomada no julgamento de recurso de um ex-empregado da Eletrosul, que era dentista e operava aparelhagem de raio-x.