Profeta mórmon é procurado pelo FBI

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 7 de maio de 2006 as 20:29, por: cdb

Ele se autodenomina profeta de uma seita poligâmica mórmon, mas o FBI o colocou em sua lista dos 10 mais procurados do país, com uma recompensa sobre a cabeça, vivo ou morto, de US$ 100 mil dólares. Warren Jeffs, de 50 anos, lidera a seita Fundamentalistas dos Santos dos Últimos Dias, integrada por dez mil pessoas e que aceita que os homens tenham mais de uma esposa, informou o FBI em seu portal na internet dedicado à lista de fugitivos mais procurados.

O ex-professor escolar é procurado pelo suposto ataque sexual a um menor, em 2002, e por estupro. O FBI acrescenta que às vezes circula cercado de guarda-costas armados e deve ser considerado “armado e perigoso”. A principal Igreja mórmon aceitava a poligamia masculina no século XIX, mas abandonou a prática em 1890, devido a intensas pressões do governo federal.

No entanto, a prática da poligamia se manteve em algumas comunidades e é estimulada em seitas mórmons fundamentalistas, que não são reconhecidas pela organização principal, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, sediada em Salt Lake City, Utah.