Produção cresceu em ritmo mais lento no último trimestre de 2004

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de fevereiro de 2005 as 21:19, por: cdb

A produção da indústria brasileira cresceu no último trimestre de 2004 (outubro a dezembro), mas o ritmo da elevação diminuiu em comparação ao trimestre anterior (julho, agosto, setembro). Já em relação ao mesmo período de 2003, o crecimento da produção melhorou. O nível de contratação permaneceu inalterado já que as indústrias continuaram a contratar.

As informações são da sondagem Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com a pesquisa, o indicador CNI de produção da indústria registrou, no último trimestre do ano passado, 57,6 pontos. No trimestre anterior, esse número foi de 59,9 e no último trimestre de 2003, de 54,3. O indicador varia de zero a cem e valores acima de 50 pontos indicam evolução positiva.

Em relação ao nível de contratação, o estudo mostra que, no último trimestre de 2004, a indústria realizou contratações (índice de 54,0), mas em um ritmo levemente menor que do trimestre anterior (índice 55,6). Esse número foi de 50,1 nos últimos três meses de 2003.

O faturamento da indústria também cresceu no último trimestre do ano passado (índice 58,2), mas em ritmo inferior ao do trimestre anterior, que apresentou índice 59,9. Esse número foi de 54,1 no último trimestre de 2003.

Como principais problemas enfrentados no último trimestre de 2004, as indústrias pesquisadas apontaram a elevada carga tributária e as taxas de juros elevadas. A sondagem Industrial do quarto trimestre de 2004 foi feita com 1.214 pequenas e médias empresas e 199 empresas de grande porte, entre os dias 4 e 25 de janeiro de 2005.