Processo de cassação de vereadora paulistana é arquivado na Câmara

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 14 de outubro de 2003 as 19:42, por: cdb

A Câmara Municipal de São Paulo arquivou o processo de cassação da vereadora Myryam Athiê, acusada de receber propina da máfia dos transportes.

Votaram a favor do início da investigação 25 parlamentares, mas eram necessários 28 votos. Os três vereadores do PMDB, que estavam na Casa, não votaram.

A vereadora, já afastada provisoriamente do cargo, por decisão judicial, é acusada de cobrar R$ 250 mil para tentar reverter a intervenção da Prefeitura na extinta Viação Cidade Tiradentes. Segundo denúncia do Ministério Público, ela recebeu R$ 40 mil. Myryam nega a denúncia.