Problema no sistema de ar condicionado provocou pouso forçado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007 as 18:30, por: cdb

Em nota, a empresa aérea BRA informou, nesta quinta-feira, que um problema no sistema de ar condicionado provocou o pouso forçado do Boeing 737-300 da BRA na noite desta quarta-feira em Guarulhos, na Grande São Paulo.

De acordo com a nota, um “aquecimento de óleo hidráulico residual no sistema pneumático”, no ar condicionado da aeronave, provocou o surgimento de fumaça na cabine, o que provocou o pouso forçado. Segundo a BRA, a aeronave já voltou à operação, depois de uma limpeza dos dutos de ar condicionado.

O Boeing 737-300 da empresa BRA havia decolado às 19h40 de Congonhas, com destino a Salvador, na Bahia, mas a aeronave ficou apenas aproximadamente 20 minutos no ar. Por causa do “cheiro de fumaça”, a tripulação optou por fazer um pouso de emergência em Guarulhos.

O vôo 1062 levava 50 passageiros e seis tripulantes, que nada sofreram. Após o pouso forçado, 30 passageiros foram reembarcados às 22h30 em outro avião da BRA e prosseguiram normalmente a viagem. Os 20 restantes decidiram permanecer em São Paulo e foram acomodados em hotéis, até que seus vôos fossem remarcados.