Primeiro-ministro do Iraque é convidado a renunciar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 1 de abril de 2006 as 17:31, por: cdb

Um dos principais políticos da aliança xiita que venceu as eleições do Iraque em janeiro pediu neste sábado que o Ibrahim Jaafari renuncie a sua indicação para permanecer no posto de primeiro-ministro.

– Eu peço a Jaafari que dê um passo corajoso (.) e renuncie. Há uma corrente (dentro da aliança xiita) que pede para que o primeiro-ministro renuncie a sua nomeação porque o processo político atingiu um impasse – disse Qassim Daoud.

Segundo a agência inglesa de notícias Reuters, Jawad al Maliki, um dos principais assessores de Jaafari, disse que o premiê não tem nenhuma intenção de renunciar e que ele ficará “até o fim”. Esta foi a primeira vez que um político de dentro da aliança xiita pediu a renúncia de Jaafari.

Resistência

Desde as eleições de janeiro, os políticos iraquianos estão tentando formar um governo de união com xiitas, sunitas e curdos, mas até agora não conseguiram chegar a um acordo. Jaffari foi empossado como primeiro-ministro do governo provisório do Iraque em 2005, após eleições para determinar um governo de transição entre o controle americano e um novo governo iraquiano.

Em dezembro passado, os iraquianos elegeram um novo Parlamento, desta vez definitivo. A aliança xiita da qual o premiê faz parte venceu e acabou indicando seu nome para permanecer no cargo em uma disputa apertada dentro do bloco xiita. Desde a indicação, sunitas e curdos têm resistido ao seu nome e se recusado a participar de um governo que o tenha como principal mandatário.

O atraso na formação de um novo governo de união tem sido apontado, por analistas, como um dos fatores que estão agravando a violência sectária no Iraque.