Primeiro depoimento do pagodeiro Belo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 13 de julho de 2002 as 08:30, por: cdb

Durou 50 minutos o primeiro depoimento que o pagodeiro Belo, prestou à juíza Rute Viana Lins, da 34ª Vara Criminal. O depoimento não foi liberado para imprensa, mas o advogado do Pagodeiro, Ary Bergher estava otimista: “O depoimento, disse, foi espetacular. Ficou claro que Belo é inocente e estamos confiantes na justiça”.
Mas a polícia acha que não há razão para tanta confiança. São companheiros de processo de Belo, alguns grandes nomes do crime como Marcio José Guimarães, Vinicius da Silva [o Lambari], Ney da Silva Nunes [o Ney Sapo] e Fabio Pinto dos Santos [o Fabinho do São João].
Não faltaram algumas fanzocas do cantor, apenas 15, que estavam todas convencidas da inocência de Belo. O pagodeiro compareceu para depor depois de um banho de discreção. Estava mais magro, o cabelo preto e sem pintura e um casaco de couro sem enfeites. Depois do depoimento, Belo voltou para casa e não quis dar declarações.