Previsão é de chuva para a noite de Natal no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 24 de dezembro de 2010 as 10:35, por: cdb

Rio de Janeiro – A frente fria que chegou à capital fluminense nos últimos dias não vai dar trégua e a previsão é de chuva para o fim de semana de Natal. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) há possibilidade de chuvas fortes atingirem o estado hoje (24), véspera de Natal.

“Essa frente fria atinge o litoral do Rio e de São Paulo. Deve predominar tempo de nublado a encoberto, com pancadas de chuvas. Hoje, inclusive, estamos com um alerta meteorológico. Ainda pode ocorrer chuvas moderadas a fortes”, disse a meteorologista do Inmet, Marlene Leal.

No sábado e no domingo, as condições devem melhorar um pouco, mas os dias devem permanecer nublados, úmidos, com temperaturas abaixo da média do mês, entre 20 e 29 graus Celsius (ºC). Para a próxima semana, véspera de Ano-Novo, o clima não deve mudar muito e pode chover no dia da virada.

“O tempo abafado e a chuva à tarde são uma característica do verão. Mesmo sem termos frentes frias aqui, há a possibilidade de chuva rápida no final das tardes. Mas uma previsão específica para o Ano Novo, ainda não estamos divulgando”, informou a meteorologista.

Para o período de verão, a temperatura mais quente e abafada, em alguns dias, além das pancadas de chuvas irregulares também são esperadas e devem ocorrer em função do fenômeno climático La Niña, que altera as condições climáticas.

Por causa desse fenômeno, Marlene Leal explica que o verão no Rio deve ter temperatura média de 32 a 33ºC, podendo exceder 38ºC em alguns dias. Para o carioca que está acostumado com altas temperaturas nesta época do ano, o verão promete ser mais chuvoso e menos quente que o anterior.

“Nada indica que seja como o ano passado, com períodos longos de temperatura acima de 36 e 37ºC, excedendo em mais de 3ºC o esperado”, disse. “Teremos dias chuvosos, de tempo abafado, que podem causar sensação de desconforto como se a temperatura fosse maior.”

Edição: Lílian Beraldo