Previdência abre no Rio primeira agência exclusiva para deficientes físicos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 28 de janeiro de 2005 as 17:22, por: cdb

O Rio de Janeiro é a primeira cidade da América Latina com uma agência da Previdência Social exclusiva para atender deficientes físicos. A unidade foi inaugurada hoje no Centro Integrado de Atenção à Pessoa Portadora de Deficiência (CIAD), localizado no centro da cidade, através de uma parceria entre a prefeitura e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A agência tem sinalização especial em braile, pista tátil que orienta o caminho para o deficiente visual e vai contar com servidores treinados em linguagem de libras (sinais). No local foram implantados seis pontos de atendimento médico, um gabinete de perícia médica e serviço de assitência social.

O gerente-executivo do INSS no centro do Rio, Sérgio Artur do Nascimento, informou que o atendimento só poderá ser feito por meio de agendamento telefônico, para evitar filas, e que o horário de funcionamento será, inicialmente, das 8 às 15 horas. Posteriormente, o trabalho se estenderá até as 17 horas, “o que também representa mais um diferencial, já que as outras agências só funcionam até às 14 horas”.

Para André de Souza, deficiente físico, de 25 anos, a existência de uma agência exclusiva irá facilitar a vida dos portadores de deficiências.

– Quando me tornei deficiente, há quatro anos, procurei uma agência da Previdência no Méier, na zona Norte. O atendimento em si foi bom, eu recebi prioridade por ser deficiente, mas agora, com a criação de um posto específico, a situação melhora muito. Por exemplo, o agendamento vai facilitar a vida do deficiente que, por suas condições, não pode ficar esperando muito tempo para ser atendido – disse ele.

De acordo com o INSS, no estado do Rio existem, cerca de um milhão de pessoas portadoras de deficiências que poderão se beneficiar deste atendimento.