Pressão Máxima prendeu 70 pessoas e prossegue no fim de semana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de novembro de 2003 as 14:17, por: cdb

O secretário estadual de Segurança do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, afirmou na tarde desta sexta-feira que a Operação Pressão Máxima, iniciada no início da semana e que vai durar 30 dias, tem conseguido bons resultados. Além da apreensão de drogas e armas, os policiais civis e militares, a partir desta quinta-feira contando com a ajuda da Polícia Federal, já prenderam 70 bandidos.

Segundo Garotinho, a secretaria fará às 18h desta sexta-feira uma avaliação das ações desenvolvidas até agora, mas, sem interrupção da ofensiva montada contra o tráfico. A operação prossegue normalmente no fim de semana.

Agentes do Coti (Comando de Operações Táticas), em Brasília, e de estados, como São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo, já estão chegando ao Rio e irão integrar, a partir de segunda-feira, as 20 equipes que estarão espalhadas pela Região Metropolitana. Um helicóptero da PF também fará parte das operações.

Veja os locais onde estão os policiais nesta sexta-feira: São Carlos (Estácio); Santo Amaro (Catete); Cachoeira Grande (Lins de Vasconcelos); Tuiuti (São Cristóvão); Providência (Central/Saúde); Macacos (Vila Isabel); Pedreira (Barros Filho); Vila Aliança (Bangu); Vigário Geral; Boogie Woogie (Ilha do Governador); Jordão (Taquara); Pavão-Pavãozinho (Copacabana); Vila dos Pinheiros; Rocinha; Divinéia (Paciência); Novo Coroado (Vargem Pequena); Coruja (Vila Laje); Sapê (Pendotiba); Vila Operária (Duque de Caxias); e Carrapato (São João de Meriti).