Presidente do Grêmio volta de férias pensando em anunciar Ronaldinho Gaúcho

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 5 de janeiro de 2011 as 11:22, por: cdb

Ronaldinho Gaúcho: entre sua terra natal, São Paulo e Rio de Janeiro
Ronaldinho Gaúcho: entre sua terra natal, São Paulo e Rio de Janeiro

O Grêmio pode anunciar a contratação do meia Ronaldinho Gaúcho nesta quarta-feira, quando o presidente do clube, Paulo Odone, voltará de suas férias no Uruguai. Os detalhes necessários ao fechamento do contrato vêm sendo discutidos desde a noite de segunda entre dirigentes do time e o irmão e procurador do atleta, Roberto de Assis Moreira. “Estamos muito fortes no negócio”, disse o vice-presidente de futebol Antônio Vicente Martins ao jornal “Zero Hora”.

O veículo gaúcho também informou que o Grêmio pagaria R$ 15 milhões por ano ao jogador e uma indenização, de valor desconhecido, ao Milan, clube com o qual Ronaldinho tem contrato, apesar de já ter deixado a Itália e ter passado os últimos dias descansando em Florianópolis.

Nem os diretores do Grêmio e nem Assis deram entrevistas ou foram vistos em lugares públicos nesta terça-feira. Alguns indícios de que o acordo está próximo surgiram na internet. O jornal italiano “Gazzeta dello Sport” afirmou, em sua edição online, que Ronaldinho aceitou a oferta do tricolor. Além disso, o Flamengo, que passou o fim de semana como favorito na disputa pelo jogador, não confirmou a contratação. E o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, que disse que só deixaria o Rio de Janeiro com o negócio definido, já viajou de volta para a Itália, o que seria indício de que, se não anunciou com o Flamengo, pode saber que o acerto foi com o Grêmio.

Se confirmada, a contratação significa a retomada dos laços de Ronaldinho com o Grêmio. Atraído por uma oferta do Paris Saint-Germain o jogador deixou o Olímpico em 2001, sob acusação de traição ao clube, que investia nele desde criança. A torcida, que jurava não querer, está ansiosa para ver o atleta vestir a camisa tricolor de novo, na expectativa de que ele jogue tanto quanto há dez anos.

Bersluconi lamenta saída de Ronaldinho do Milan

Silvio Berlusconi, dono do Milan e primeiro-ministro da Itália, lamentou nesta terça-feira a saída do meia-atacante Ronaldinho Gaúcho para outro clube, provavelmente para retornar ao futebol brasileiro.

“Lamento que ele esteja indo, ele é o melhor do mundo em termos de velocidade de pensamento e execução”, disse Berlusconi a jornalistas durante visita a um treino do Milan em Roma. “Mas foi uma escolha dele voltar para o Brasil”.