Presidente defende a transparência de ministro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de março de 2004 as 11:59, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira, em discurso no pátio da General Motors, em São Caetano do Sul (SP), que não há problema das autoridades do governo se exporem em qualquer debate ou apresentação pública. Citou como exemplo o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que participou de um debate no Senado, na semana passada. Lula afirmou que tem pedido a Meirelles e ao ministro da Fazenda, Antonio Pallocci para que “se exponham em qualquer público e qualquer debate para aferir, não os números de idéias que queremos projetar para o futuro, mas aferir os dados comparativos do que éramos e do que somos hoje”.”

É preciso sempre o ser humano estar brigando para aperfeiçoar as coisas que temos que aperfeiçoar”, afirmou Lula. Indicou a produção de álcool no Brasil para demonstrar como isso é necessário. Há um ano, os produtores não tinham nenhuma expectativa de retomar a produção de carro a álcool. Os sindicalistas pediam para o governo ter uma frota verde, “mas passado um ano e três meses, não é o governo que tem uma frota verde. É que a indústria automobilística compreendeu de forma inteligente que não poderiamos prescindir de ter o álcool como política de energia para o País”, completou.

O presidente afirmou que os órgãos do governo incumbidos de cuidar da segurança do País devem estar bem equipados para o combate à criminalidade. “É possível trocar de carro todo ano e não é prudente ficar com carro velho. Se puder vendê-lo enquanto está inteiro e comprar um mais inteiro ainda, acho que é uma política inteligente”.

A questão, alertou, é “tomar cuidado com as pessoas que costumam criticar”, e que parecem “preferir que a Polícia Rodoviária arraste o escapamento no chão, porque se compra um novo alguém vai dizer que está gastando dinheiro à toa. Como se não fosse necessário a polícia estar melhor equipada do que os ladrões e traficantes que perambulam pelas estradas brasileiras”. Ele participou hoje da entrega de 305 novas viaturas para a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ele ressaltou o orgulho de ser o primeiro presidente da República a visitar o local. Lembrou que já foi morador daquele município, pescador do rio dos Meninos, “quando ainda se podia pescar nesse rio”.