Presidente da CPMI do Cachoeira pede informações à PF sobre seu funcionário

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 26 de junho de 2012 as 07:58, por: cdb

O presidente da CPMI do Cachoeira, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), iniciou a reunião de hoje explicando o envolvimento de um funcionário do seu gabinete com Francisco Marcelo Queiroga, irmão do braço-direito de Cachoeira, José Olímpio Queiroga.

O funcionário Rui Brito admitiu ter pedido dinheiro emprestado a Francisco, mas disse que a relação com ele é pessoal e afirma que não houve nenhum favorecimento.

O senador pediu aos procuradores e delegados envolvidos nas investigações informações sobre se há indícios de uma participação maior do funcionário no esquema de corrupção.

Segundo notícia publicada pelo jornal O Globo, o assessor aparece em interceptação telefônica da Polícia Federal em conversa com Francisco.

Segundo a reportagem, foram pelo menos duas conversas. Uma em 1º de fevereiro deste ano e outra no dia seguinte. Rui Brito afirmou ao jornal que conhecia Marcelo, mas que não tinha conhecimento sobre a ligação dele com Cachoeira.

A reunião  está sendo realizada na sala 2 da ala Nilo Coelho, no Senado.

Continue acompanhando esta cobertura.

Tempo real:08:42 – CPMI do Cachoeira ouve três depoimentos sobre a venda da casa de PerilloReportagem – Marcello Larcher
Edição – Wilson Silveira