Presidente da CEF depõe na Polícia Federal

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 26 de março de 2006 as 18:16, por: cdb

Presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Mattoso comparece à Polícia Federal nesta segunda-feira para prestar depoimento no inquérito que apura a suposta quebra ilegal do sigilo bancário do caseiro Francenildo Santos Costa. A informnação foi divulgada neste sábado pela assessoria de imprensa do órgão. Segundo a PF, a Caixa ainda se comprometeu a fornecer ao delegado encarregado das investigações, Rodrigo Carneiro Gomes, as gravações feitas pelo sistema interno de vigilância do banco e o livro de registros de acessos ao prédio.

Mattoso deveria ter prestado depoimento à PF na quinta-feira, mas cancelou o compromisso alegando, segundo a PF, problemas com sua agenda. Francenildo, que contradisse depoimento do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, à CPI dos Bingos, supostamente teve seus dados violados e fornecidos à imprensa. A PF já identificou um executivo do banco e outros dois servidores de nível médio que estariam envolvidos na irregularidade.

Na sexta-feira, a PF recebeu um computador portátil que pode ter sido utilizado para a violação. O equipamento será submetido à perícia no Instituto Nacional de Criminalística na segunda-feira.