Presidente da ANP nega irregularidades na agência

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 31 de agosto de 2011 as 09:12, por: cdb

O presidente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, negou há pouco as denúncias de irregularidades e indícios de corrupção na ANP divulgadas pela revista Época no dia 30 de julho. O dirigente descartou que tenha havido qualquer aparelhamento da agência com o objetivo de desviar recursos para o PCdoB.

Segundo Haroldo Lima, as duas pessoas flagradas nas gravações divulgadas pela revista nunca fizeram parte do quadro da agência. De acordo com Lima, Antonio José Moreira era, sim, do quadro da Advocacia-Geral da União, órgão pelo qual atuava junto à ANP. Já Daniel de Carvalho Lima exerceu apenas um estagiário na agência.

Haroldo Lima argumentou que a revelação não repercutiu em outros órgãos da imprensa por ser “notícia velha”. “A gravação que deu origem à matéria foi feita em 2008. Na ocasião, a advogada entregou a fita gravada para a ANP que tomou as providências”, explicou.

O dirigente afirmou ainda que já em abril de 2009 a Época e o jornal Correio Braziliense trataram do tema. Segundo Lima, as denúncias são velhas e foram “requentadas” pela revista.

Denúcia
De acordo com a Época, há evidências fortes de corrupção, como cheques, e-mails, relatos de empresários vítimas de extorsão e um vídeo, de maio de 2008, em que Antonio José Moreira e Daniel de Carvalho Lima cobram R$ 40 mil da advogada Vanuza Sampaio para liberar o registro de um cliente dela, a distribuidora de combustíveis Petromarte.

Ambos dizem falar em nome do dirigente do PCdoB Edson Silva, então superintendente de Abastecimento e hoje assessor de Haroldo Lima. Os dois dizem no vídeo que o valor de R$ 40 mil foi estipulado por Edson Silva e que ele receberia R$ 25 mil do total.

Segundo a revista, o material integra uma investigação sigilosa, iniciada pelo Ministério Público Federal no Rio de Janeiro.

Audiência
Lima participa de audiência pública da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle sobre as denúncias. A reunião foi sugerida pelo deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP).

A audiência prossegue no Plenário 9.

Continue acompanhando esta cobertura.

Tempo real:08:18 – Comissão ouve presidente da ANP sobre denúncias de corrupçãoReportagem – Luiz Cláudio Canuto/ Da Rádio Câmara
Edição – Juliano Pires