Prenúncio de conflito armado no Afeganistão faz dólar disparar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 2 de outubro de 2001 as 11:29, por: cdb

O dólar comercial abriu a manhã desta terça-feira sob forte pressão e, até o envio desta edição apresentava alta de 1,23 por cento. Um dos principais fatores para a tendência de desvalorização do real frente a moeda norte-americana, segundo especialistas do mercado, é a percepção de uma guerra iminente no Afeganistão.

No final da manhã o dólar chegou a ser cotado a R$ 2,708 na compra e R$ 2,711 na venda, alta de 1,23%.

Segundo operadores, a forte queda dos títulos da dívida externa argentina influencia os papéis brasieiros e é outro fator de pressão nesta manhã. Às 10 horas, o C-Bond, principal título brasileiro, tinha queda de 0,93%, cotado a 66,12% do seu valor de face.