Premier iraquiano quer o povo unido após eleições

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 31 de janeiro de 2005 as 10:38, por: cdb

O primeiro-ministro interino do Iraque, Iyad Allawi, solicitou nesta segunda-feira que os iraquianos se unam após as eleições nacionais que, segundo ele, derrotaram aqueles que tentam chegar ao poder por meio da violência.

– Agora é a hora de todos os iraquianos se juntarem. Eu peço àqueles que preencheram sua cédula e àqueles que não para se unirem – afirmou Allawi em seu primeiro discurso na televisão desde o fim das eleições para as 275 cadeiras da assembléia nacional.

– Os terroristas foram derrotados – acrescentou.

Allawi disse que o gabinete interino vai administrar o país até o parlamento eleito escolher um novo governo. Ele prometeu trabalhar para trazer todos os grupos da sociedade para o próximo governo.

– O mundo todo está de olho em nós. Como trabalhamos juntos no passado para acabar com a ditadura, deixem-nos trabalhar juntos rumo a um brilhante futuro – sunitas e xiitas, muçulmanos e cristãos, árabes, curdos e turcos – disse Allawi em entrevista.

– É hora de colocarmos as divisões do passado de lado e trabalharmos juntos para mostrarmos ao mundo o poder e o potencial desse grande país – concluiu.