Premier da Itália vai manter tropas no Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de novembro de 2003 as 04:46, por: cdb

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, disse que não pretende rever a participação do país na coalizão militar liderada pelos Estados Unidos no Iraque, apesar do atentado que matou 18 italianos na cidade de Nassíria.

As mortes de dois civis e 16 militares e policiais representam o maior número de baixas italianas em conflito desde a Segunda Guerra. Oito iraquianos também morreram no ataque.

Berlusconi – que apoiou a guerra contra o Iraque apesar da grande oposição popular ao conflito – disse em discurso ao Parlamento, após o ataque à base italiana, que os questionamentos sobre a sua polícia precisam ser ‘silenciados’.

– Nenhuma intimidação vai mudar a nossa determinação de ajudar esse país a se levantar, criar um governo e assegurar liberdade e segurança – afirmou o primeiro-ministro italiano.