Prefeitura realiza Seminário de Avaliação do Controle da Dengue

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 05:46, por: cdb

Para delinear um panorama sobre o controle da Dengue na atualidade, a Prefeitura de Teresina, por intermédio da Fundação Municipal de Saúde (FMS) promove, hoje (28), o Seminário de Avaliação do Controle da Dengue em Teresina. O evento, que reúne gestores municipais, estaduais e federais de Teresina e dos órgãos públicos de fiscalização, acontece no auditório do Conselho Regional de Medicina (CRM), a partir das 8h.

Entre os temas abordados estão: as dificuldades encontradas na operacionalização do plano municipal de combate à dengue, as ações que estão sendo realizadas pela Prefeitura de Teresina para o combate ao mosquito aedes aegypti, além da análise dos índices de registro da doença nos últimos anos e das dificuldades de integração nas ações de controle vetorial.

Teresina registrou uma diminuição na quantidade de casos de dengue com relação ao ano passado. Nas sete primeiras semanas de 2011, foram notificados 838 casos de dengue na capital, enquanto que no mesmo período deste ano, foram registrados 506, o que representa uma diminuição de aproximadamente 39,61% da incidência da doença na cidade.

Amariles Borba, coordenadora de ações assistenciais da FMS, afirma que apesar da diminuição na quantidade de casos em relação ao mesmo período do ano passado, a preocupação da FMS é chamar atenção da população para o aumento no índice pluviométrico.

“O seminário, além de ser uma prestação de contas das ações desenvolvidas pela FMS, busca alertar para o fato do aumento da quantidade de chuvas”, comenta Amariles Borba.

Dados da FMS também destacam que no ano de 2011 não houve registro de morte causada por dengue, além da diminuição nos casos com complicação e febre hemorrágica com relação ao ano anterior.          

“A diminuição da quantidade de casos febre hemorrágica se deu graças à capacidade de tratamento das Unidades de Saúde públicas e particulares. É importante também fazer o alerta para as pessoas que tiveram dengue pelo menos uma vez, terem maior cuidado das próximas vezes que tiverem a doença, uma vez que a reação será mais grave”, pontua a coordenadora.

 

A coordenadora Amariles Borba ainda afirma que desde o início de 2011 têm sido registrados casos de vírus tipo quatro em Teresina, o que gera uma probabilidade de um maior número de pessoas terem a doença.