Prefeitura e MRV definem projeto da casa de cuidados para adultos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 12:53, por: cdb

Prefeitura e MRV definem projeto da casa de cuidados para adultos

28/02/2012 – 15:45

  

Bel Buzzo Alonso

 

O projeto de construção de uma casa de cuidados para adultos foi discutido na manhã desta terça-feira, dia 28 de fevereiro, entre representantes da Prefeitura de Campinas e da empresa MRV Engenharia. A obra é uma exigência prevista no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pela construtora e Prefeitura junto ao Ministério Público em decorrência da regularização das obras do Complexo Residencial Parque das Águas.

 

A reunião contou com a participação da secretária municipal de Cidadania, Assistência e Inclusão Social, Darci da Silva e de representantes da Secretaria de Saúde que apresentaram à construtora os itens necessários para a concepção da nova unidade que irá acolher em hospitais pessoas idosas e adultos acamados – grau de dependência III – que não têm família e necessitam de cuidados da área da saúde e da assistência social.

 

De acordo com a secretária, a unidade será uma Instituição de Longa Permanência que terá um comitê gestor e central de vagas para o referenciamento das pessoas. “As vagas e o custeio serão divididos entre as áreas de Saúde e de Assistência Social sendo, respectivamente, 70% e 30% para cada pasta”, completou.

 

TAC

Para que fosse possível o reinício das obras do Complexo Residencial Parque das Águas foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre a MRV Engenharia e a Prefeitura. Nele, a construtora se compromete a investir R$ 69 milhões em obras de infraestrutura. São R$ 53 milhões exigidos pela Prefeitura e R$ 16 milhões exigidos pelo Ministério Público.

 

O recurso será destinado à drenagem, ampliação do sistema viário, além de construção de equipamentos públicos, como escola, centro de saúde, áreas verdes e centro de atenção a idosos. Caberá à Administração Municipal fiscalizar o andamento dessas obras.