Prefeitura capacita para Paz nas escolas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de março de 2012 as 11:13, por: cdb

Tweet   A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), iniciou na segunda feira (27), a formação dos professores que irão trabalhar a Cultura de Paz nas escolas municipais em 2012, com os alunos do 1° ao 4° ano. O treinamento que acontece no auditório da Uniron, no Porto Velho Shopping, será encerrado na próxima quarta feira (29) e vai capacitar um total de mil educadores.
   Conforme a diretora do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino da Semed, Glaucia Negreiros, o Programa Cultural de Paz foi implantado nas escolas municipais em 2011. Avaliação com os pais, educadores e os alunos no final do ano constatou que houve significativa melhora no comportamento dos estudantes e também no nível de aprendizado. “Por determinação do prefeito Roberto Sobrinho, a Semed está dando continuidade”, explicou.
   O objetivo do programa é educar o emocional dos alunos para evitar a violência no ambiente escolar e na comunidade. Os professores são treinados para utilizar o material pedagógico de forma interdisciplinar, sempre fazendo um “link” entre as matérias obrigatórias e a educação das emoções dos estudantes. “Nossos professores estão aprendendo a metodologia para trabalhar com as crianças e garantir o sucesso da Cultura de Paz principalmente no ambiente escolar”, frisou.
   Ainda segundo Glaucia Negreiros, as escolas que pela primeira vez serão inseridas no projeto começarão a trabalhar os materiais a partir do próximo dia 12 de março. As que iniciaram em 2011 têm até abril para fechar o cronograma de trabalho. Na sequência, já em maio, começarão o programa de 2012. Ela também informou que na próxima quinta feira (1° de março) todo material didático do Cultura de Paz será entregue aos diretores das escolas municipais.
 
Interesse
 
   Leni de Souza, que faz parte da equipe do Cultura de Paz, declarou que em 2011 cerca de 800 professores foram envolvidos no projeto e atenderam 10.102 crianças. Este ano, mil educadores de 66 escolas participam do programa. A meta é atingir 23 crianças nas zonas urbana e rural de Porto Velho. “A melhora no comportamento dos alunos nas escolas que iniciaram o projeto em 2011 despertou interesse em outros professores”, disse.
   Ela também informou que em oito escolas municipais o programa será transmitido de forma online, como forma de também promover a inclusão digital das crianças.
 
Modelo

   Responsável pela equipe que executa a capacitação, Cynthia Junqueira disse que Porto Velho é a Capital pioneira em todo Brasil na implantação do Programa Cultura de Paz nas escolas, por meio da Prefeitura. Em razão disso, será modelo para outras capitais. O programa tem um tipo de livro para cada série. Na aula ministrada uma vez por semana são utilizados vários recursos para atrair a atenção das crianças, como CD’s, dança, música, exercícios, conversas e trabalhos pedagógicos.

Por Augusto José
Fotos: Quintela

Prefeitura capacita para Paz nas escolas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 07:20, por: cdb

Tweet   A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), iniciou na segunda feira (27), a formação dos professores que irão trabalhar a Cultura de Paz nas escolas municipais em 2012, com os alunos do 1° ao 4° ano. O treinamento que acontece no auditório da Uniron, no Porto Velho Shopping, será encerrado na próxima quarta feira (29) e vai capacitar um total de mil educadores.
   Conforme a diretora do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino da Semed, Glaucia Negreiros, o Programa Cultural de Paz foi implantado nas escolas municipais em 2011. Avaliação com os pais, educadores e os alunos no final do ano constatou que houve significativa melhora no comportamento dos estudantes e também no nível de aprendizado. “Por determinação do prefeito Roberto Sobrinho, a Semed está dando continuidade”, explicou.
   O objetivo do programa é educar o emocional dos alunos para evitar a violência no ambiente escolar e na comunidade. Os professores são treinados para utilizar o material pedagógico de forma interdisciplinar, sempre fazendo um “link” entre as matérias obrigatórias e a educação das emoções dos estudantes. “Nossos professores estão aprendendo a metodologia para trabalhar com as crianças e garantir o sucesso da Cultura de Paz principalmente no ambiente escolar”, frisou.
   Ainda segundo Glaucia Negreiros, as escolas que pela primeira vez serão inseridas no projeto começarão a trabalhar os materiais a partir do próximo dia 12 de março. As que iniciaram em 2011 têm até abril para fechar o cronograma de trabalho. Na sequência, já em maio, começarão o programa de 2012. Ela também informou que na próxima quinta feira (1° de março) todo material didático do Cultura de Paz será entregue aos diretores das escolas municipais.
 
Interesse
 
   Leni de Souza, que faz parte da equipe do Cultura de Paz, declarou que em 2011 cerca de 800 professores foram envolvidos no projeto e atenderam 10.102 crianças. Este ano, mil educadores de 66 escolas participam do programa. A meta é atingir 23 crianças nas zonas urbana e rural de Porto Velho. “A melhora no comportamento dos alunos nas escolas que iniciaram o projeto em 2011 despertou interesse em outros professores”, disse.
   Ela também informou que em oito escolas municipais o programa será transmitido de forma online, como forma de também promover a inclusão digital das crianças.

Modelo

   Responsável pela equipe que executa a capacitação, Cynthia Junqueira disse que Porto Velho é a Capital pioneira em todo Brasil na implantação do Programa Cultura de Paz nas escolas, por meio da Prefeitura. Em razão disso, será modelo para outras capitais. O programa tem um tipo de livro para cada série. Na aula ministrada uma vez por semana são utilizados vários recursos para atrair a atenção das crianças, como CD’s, dança, música, exercícios, conversas e trabalhos pedagógicos.

Por Augusto José
Fotos: Quintela

Próximo &gt