Prefeito reivindica ao Estado Ensino Médio no Mato Grande e na Escola Vitória

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012 as 07:31, por: cdb

O prefeito Jairo Jorge saiu satisfeito da audiência que teve com o secretário estadual de Educação, José Clóvis de Azevedo, nessa terça feira, 28, em Porto Alegre. Na pauta do encontro apresentou dois pedidos de Canoas: implantação do Ensino Médio para alunos com deficiência auditiva e uma escola de Ensino Médio na região do bairro Mato Grande. As solicitações foram recebidas de forma positiva e já encaminhadas para a Diretoria Pedagógica da secretaria. Nova reunião deverá ocorrer na próxima terça feira, dia 6, para acelerar o processo. “As comunidades estão muito ansiosas por mais essas possibilidades de ensino e merecem ter uma definição o mais rápido possível”, afirmou Jairo, que colocou a Prefeitura à disposição do Estado para a concretização das demandas. 

EJA de Ensino Fundamental na Vitória

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Especial para Surdos Vitória existe há nove anos. Desde então, a demanda do Ensino Fundamental para deficientes auditivos é atendida com ensino regular e, mais recentemente, também com a Educação de Jovens e Adultos (EJA) no turno da noite. Os alunos formados, porém,interrompem os estudos após essa etapa, pois o Ensino Médio, responsabilidade do Estado, só é oferecido pelo estado na Escola Padre Reus, em Esteio. Desde 2006 a comunidade solicita o Ensino Médio e este ano e recolheu mais de 200 assinaturas, que foram entregues pelo prefeito ao secretário Azevedo.
O prefeito, por sua vez, comprometeu-se a fornecer toda a estrutura da escola municipal, como merenda, segurança e salas de aula e sugere que o Estado implante na Vitória uma extensão da escola de Esteio. O secretário afirmou que dessa forma fica mais fácil atender essa necessidade, o que deve ocorrer ainda em 2012, garantiu. No primeiro momento, a Secretaria Estadual de Educação pretende implantar turmas de EJA do Ensino Médio, para dar andamento ao processo.

Mato Grande

Jairo definiu a região do Mato Grande como antiga da cidade e que continua em expansão. Este foi o principal argumento para pleitear junto ao secretário da Educação a instalação urgente uma escola de Ensino Médio no bairro. Isso porque a construção da BR-448 está movimentando o bairro. Além disso, programas habitacionais como Minha Casa, Minha Vida e PAR vão acrescentar 1,6 mil novas famílias como moradoras da região. “Hoje, os adolescentes que estão cursando o Ensino Médio precisam se deslocar até o centro da cidade”, relatou.
O prefeito também deverá indicar uma área para a nova escola, que possa ser doada ao Estado. O secretário revelou que a necessidade de vagas nas escolas diminui a cada ano no Rio Grande do Sul. “Em alguns lugares é necessário corrigir situações, como esta que se apresenta no Mato Grande”, assegurou. Ele também deverá avaliar a situação de Canoas e verificar possibilidades de ampliar o ensino técnico na cidade.

 

Crédito da notícia: Adriana Paranhos e Eloá da Rosa