Prefeito divulga balanço de operação decorrente do desabamento de prédios no Centro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 as 22:36, por: cdb

Prefeito divulga balanço de operação decorrente do desabamento de prédios no Centro

Município vai decretar luto oficial de três dias pelas vítimas

26/01/2012 » Autor: Texto: Flávia David / Fotos: Eliane Carvalho

O prefeito Eduardo Paes particiou nesta quinta-feira, dia 26, no Centro de Operações Rio, de reunião com secretários municipais e presidentes de órgãos envolvidos na operação decorrente do desabamento dos três prédios no Centro, ocorrido na noite de ontem. Durante o encontro, as autoridades divulgaram um balanço das ações desta quinta-feira e definiram o esquema operacional de amanhã, dia 27.

 

De acordo com o prefeito, todos os bloqueios e alterações de trânsito determinados pela CET-Rio hoje serão mantidos com o objetivo de facilitar os trabalhos de busca dos Bombeiros. Eduardo Paes também destacou a importância da colaboração da população:

 

– As pessoas estão respeitando as nossas orientações para que não se aproximem do local. Esse apoio está sendo fundamental para que as equipes trabalhem na busca dos desaparecidos, esperando encontrar pessoas com vida. Trabalhamos naquilo que para nós é mais relevante do que buscar as causas do desmoronamento: as vidas humanas. Além da busca aos desaparecidos, estamos dando todo o apoio necessário às famílias que se dirigem à Câmara Municipal em busca de notícias, para que recebam um atendimento digno – disse o prefeito, que também reforçou o pedido para que as pessoas ainda não se dirijam aos edifícios lacrados da Avenida Treze de Maio, em busca de processos existentes nos escritórios de advocacia:

– Entraremos em contato com o Tribunal de Justiça para que haja uma compreensão do Poder Judiciário em relação aos prazos dessas pessoas que não podem acessar os escritórios. Não há risco de novos desabamentos, mas o fluxo de pessoas poderia prejudicar a segurança dos trabalhos – afirmou Paes.

 

Também presente à coletiva, o secretário municipal de Saúde, Hans Dohmann, destacou a preocupação das pessoas no que diz respeito à poeira existente no local dos desmoronamentos e no entorno daquela área. Segundo ele, equipes do órgão monitoram a saúde dos agentes que trabalham nas buscas de desaparecidos e retirada de escombros.

 

– A composição da poeira está sendo avaliada. Mas estamos fazendo um acompanhamento epidemiológico nessas pessoas – disse Dohmann.

 

A operação iniciada ontem já totaliza mais de 15 mil toneladas de escombros removidos e 400 viagens de caminhão com os entulhos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, representado na reunião pelo Cel. Jerri Andrade, o trabalho de busca continuará por tempo indeterminado:

 

A reunião também contou com a presença do secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto, o secretário municipal de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osorio, o subsecretário municipal de Defesa Civil, Márcio Moura Motta, o comandante da Guarda Municipal do Rio, Coronel Lima Castro, e o secretário municipal da Ordem Pública, Alex Costa, além de representantes da Polícia Militar.

 

A Prefeitura do Rio decreta amanhã no Diário Oficial luto oficial de três dias no município pelas vítimas do desabamento. Ao longo do dia, a presidente Dilma Rousseff fez contato com Eduardo Paes para prestar solidariedade aos familiares das vítimas da tragédia.

Atuação da Prefeitura do Rio:

A Prefeitura do Rio segue com efetivo reforçado no local. Ao todo, 390 profissionais atuam na região. Até o momento, mais de 15 mil toneladas de entulho já foram retiradas, o que representa algo entre 25 e 30 por cento do total de escombros. Foram mais de 400 viagens em caminhões de grande porte.

 

Mais de 40 agentes da Defesa Civil e Secretaria Municipal de Saúde estão na região, tendo como suporte quatro ambulâncias para remoção das vítimas. Cerca de 200 homens da CET-Rio e da Guarda Municipal encontram-se nas ruas orientando o trânsito e motoristas no entorno do desmoronamento.

 

A Rioluz dá apoio com 20 homens, três caminhões do tipo cesto, geradores, equipamentos de segurança e iluminação.

 

A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconserva) atua com 30 homens, 10 caminhões e duas escavadeiras. A Comlurb conta com 30 homens, 10 caminhões e duas pás mecânicas.

 

A Secretaria Municipal de Obras disponibilizou três escavadeiras hidráulicas, um guindaste de cem toneladas, duas tesouras mecânicas e um rompedor pneumático. E a Secretaria de Ordem Pública patrulha a área com seis equipes de controle urbano.

 

Além disso, a Secretaria de Assistência Social atua com 20 profissionais. Um posto de informações para familiares de eventuais vítimas funciona na Câmara dos Vereadores, na Cinelândia.

 

A Secretaria Municipal de Saúde confirma 22 pessoas desaparecidas e quatro mortos.

 

O Centro de Operações continua em alerta tomando as medidas necessárias, como deslocamento de equipes e acionamento de outros órgãos e concessionárias, para facilitar o trabalho das equipes. O monitoramento é feito por cerca de 50 operadores na Sala de Controle, que utilizam 15 câmeras na região afetada.

Trânsito:

A CET-Rio informou que as vias da região permanecerão interditadas ao longo desta sexta-feira: Avenida Treze de Maio, Avenida Almirante Barroso entre Avenida Rio Branco e Senador Dantas. Atenção: Rua Senador Dantas vai funcionar com mão invertida entre Avenida Almirante Barroso e Evaristo da Veiga (ver mapa ao final).

 

Para esta operação, agentes de trânsito trabalharão nos bloqueios com apoio de 10 painéis informativos.

 

Os veículos procedentes da Praça da Cruz Vermelha e da Avenida República do Chile deverão seguir pela Rua Senador Dantas que estará com a mão invertida.