Prefeito de Novais perde mandato por desvio de verbas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 2 de novembro de 2006 as 22:03, por: cdb

O Tribunal de Justiça manteve a condenação do prefeito Sílvio Arruda (PL), de Novais, na região de São José do Rio Preto (SP), acusado de se apropriar de bens e rendas públicas e desviá-las para proveito próprio. O prefeito foi condenado a cumprir dois anos de reclusão em regime semi-aberto, além de perder o cargo e os direitos políticos por cinco anos. A decisão, baixada pelo Órgão Especial do TJ, manteve a mesma condenação dada em primeira instância em 2003.

O crime aconteceu quando Arruda foi prefeito da primeira vez, entre 97 e 2000. Em 2004, ele foi reeleito, mas agora, com a confirmação da sentença em segunda instância, terá o mandato cassado pela Justiça Eleitoral, que ainda não decidiu se em seu lugar assume o vice, José Fachin (PL), ou se marca outra eleição.