Prefeito Barbosa Neto entrega prédio do cadeião para Fecomércio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2012 as 15:42, por: cdb

Prefeito Barbosa Neto entrega prédio do cadeião para Fecomércio

Escrito por N.comSex, 23 de Março de 2012 18:12

A entidade abrirá processo de licitação para a revitalização do espaço, que será transformado em centro cultural
 
O prefeito Barbosa Neto participou nesta sexta-feira (23), da entrega oficial do prédio da 10ª Subdivisão Policial para o Sistema Fecomércio, que irá revitalizar o imóvel e o transformá-lo em centro cultural.

O evento, que teve as presenças do governador do Estado, Beto Richa, do presidente do Sistema Fecomércio, Darci Piana, de diversas lideranças políticas do município e do Estado, foi realizado próprio local, que fica na Rua Sergipe, 25, centro de Londrina.

O projeto de revitalização do espaço foi iniciado pelo prefeito Barbosa Neto em 10 de dezembro de 2010, como parte das comemorações dos 76 anos de Londrina. Na ocasião, o município fez a doação de um terreno com área total de 4.000 m² ao Senac e de 5.134,37 m² ao Sesc, localizado entre as ruas Cegonha e Odilon Braga com a avenida Saul Elkind (região norte). Em contrapartida à doação dos terrenos, o Fecomércio se comprometeu a realizar a reforma do Cadeião da rua Sergipe, transformando-o em  centro cultural.

O prefeito Barbosa Neto destacou a importância da parceria do município com o Sistema Fecomércio lembrando que o prédio que abrigou os primeiros presos políticos da época da ditadura, e que serviu de cadeia por mais de cinquenta anos, será agora motivo de orgulho para a cidade. “Um prédio com tantas lembranças tristes, que foi palco de prisões, torturas e assassinatos, será agora motivo de alegria. Pelos corredores onde se ouviam gritos, agora serão entoadas notas musicais”, comemorou.

O prefeito lembrou ainda que a restauração do prédio é parte da revitalização da rua Sergipe, onde está localizado, que já havia sido iniciada com o projeto “Cidade Limpa” que fez a retirada dos painéis, acabando com a poluição visual da cidade, além da recuperação de duas quadras com novo asfalto e reorganização do passeio público.

Em seu discurso, aproveitando a presença do secretário de Estado da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César,  Barbosa Neto destacou também ações da Prefeitura na área de segurança, em parceria com o governo do Estado, como as doações dos terrenos, um no jardim Bandeirantes para a construção do Instituto de Criminalística e outro para a construção do presídio feminino na região sul da cidade; a doação do parque de máquinas localizado no jardim Acapulco para a ampliação da Penitenciária Estadual de Londrina (PEL), entre outras.

O governador Beto Richa lembrou que a restauração do prédio é uma reivindicação antiga. “Essa é uma reivindicação histórica, e eu só tenho que cumprimentar a sensibilidade do prefeito Barbosa Neto e a determinação do Darci Piana, através do Sistema Fecomércio em dar uma nova destinação a este espaço que tanto irá contribuir para a educação e cultura da cidade”.

Beto Richa se disse muito sensibilizado com a visita que fez ao Cine Teatro Ouro Verde, que recentemente foi consumido por um incêndio. “Assumo aqui publicamente, na presença da reitora da Universidade Estadual de Londrina, Nádina Moreno que farei a liberação dos recursos necessários para a reconstrução do Ouro Verde”, anunciou.

O presidente do Sistema Fecomércio Darci Piana destacou a sagacidade do prefeito Barbosa Neto em condicionar a doação do terreno da zona norte á restauração do prédio do “cadeião”. “Assumi com o prefeito o compromisso de restaurar o prédio. Isso não significa reformar e sim, vamos preservá-lo da forma como foi construído. As antigas celas darão espaço para a construção de auditório, biblioteca, salas de oficinas, cursos, galeria, atelier de artes, salas para ensaios que depois de pronto trará muitas possibilidades de lazer, cultura e educação para a cidade”, destacou.

Darci Piana informou ainda que o investimento para a restauração do prédio deverá ser de dois milhões.

Foto: Vivian Honorato