Prefeito assina adesão de São Paulo à Hora do Planeta 2012

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 17:25, por: cdb

Prefeito assina adesão de São Paulo à Hora do Planeta 2012

Cidade participa pela quarta vez. Oito monumentos da Capital ficarão com as luzes apagadas por uma hora em apoio ao combate ao aquecimento global.

O prefeito de São Paulo anunciou nesta terça-feira (27) a participação da cidade de São Paulo na Hora do Planeta 2012, que acontece no próximo sábado, 31 de março. Neste dia, oito monumentos da Capital ficarão com as luzes apagadas por uma hora, entre as 20h30 e 21h30. A assinatura do termo de adesão ao ato simbólico aconteceu nesta tarde na sede da Prefeitura, na região central. O evento é uma iniciativa mundial da World Wide Fund for Nature (WWF) para chamar a atenção das pessoas a respeito dos problemas ambientais.

“São Paulo participa pela quarta vez da Hora do Planeta. A adesão significa o reconhecimento da cidade a um projeto que procura conscientizar todo o planeta da importância de economizar energia e de investir em energia renovável”, afirmou o prefeito.

Os locais selecionados para participar da Hora do Planeta foram a Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira, Obelisco do Ibirapuera, Monumento às Bandeiras, Theatro Municipal, Biblioteca Mário de Andrade, Arcos do Anhangabaú (baixos do Viaduto do Chá), Mercado Municipal e Estádio do Pacaembu. “São marcos que identificam a cidade, cartões postais de São Paulo. Estes pontos todos terão a iluminação desligada, dentro desta simbologia do evento”, disse o secretário municipal de Serviços.

O prefeito firmou o compromisso da Prefeitura com a WWF em documento entregue a Laís Vasconcellos, diretora do escritório do WWF-Brasil em São Paulo. Também participaram do evento os secretários municipais de Verde e Meio Ambiente, Coordenação das Subprefeituras e Governo.

A Hora do Planeta é um ato simbólico no qual pessoas, empresas, comunidades e poder público são convidados a apagar suas luzes pelo período de uma hora para mostrar seu apoio ao combate ao aquecimento global. No Brasil, 77 cidades estão confirmadas, incluindo 17 capitais. Em todo o país 350 ícones, praças ou monumentos ficarão sem iluminação por uma hora. No ano passado, o Brasil foi o país com o maior número de cidades engajadas à Hora do Planeta, com 123 municípios, sendo 20 capitais.

Ao convidar a população a desligar as luzes por uma hora, a WWF pretende incentivar a conscientização sobre a importância da responsabilidade de cada cidadão em relação ao consumo sustentável e a preservação do meio ambiente. “A campanha da WWF tem o significado de mudar o comportamento das pessoas. Esta mudança é necessária para que os programas e projetos de desenvolvimento sustentável tenham perenidade”, explicou o secretário do Verde e Meio Ambiente.

A primeira edição do evento aconteceu em 2007, com a participação da população de Sidney, na Austrália. Rapidamente, conquistou mais adesões em todo o mundo. No ano passado, envolveu 5.251 cidades e alcançou 1,8 milhão de pessoas em 135 países nos sete continentes.

Rede WWF

A Rede WWF é uma das maiores organizações ambientalistas do mundo. Ela tem o apoio de quase 5 milhões de pessoas e uma rede em mais de 100 países. O WWF-Brasil, criado em 1996 e sediado em Brasília, desenvolve projetos em todo o País e integra a Rede WWF.