Prefeita pede mudanças de repasses do SUS durante encontro de prefeitos em Brasília

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 15:40, por: cdb

Ribeirão Preto, 29 de Março de 2012

Prefeita pede mudanças de repasses do SUS durante encontro de prefeitos em Brasília
Segundo a prefeita, os municípios polos na área de saúde sofrem com a forma do repasse em vigor

Normal 0 21 false false falsePT-BR X-NONE X-NONEMicrosoftInternetExplorer4/* Style Definitions */ table.MsoNormalTable{mso-style-name:”Tabela normal”;mso-style-parent:””;font-size:11.0pt;”Calibri”,”sans-serif”;mso-fareast-“Times New Roman”;mso-bidi-“Times New Roman”;}

 

Divulgação

 
Durante o 1º Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável, Pequenos Negócios, Qualidade Ambiental Urbana e Erradicação da Miséria, a prefeita Dárcy Vera, falou sobre a dificuldade que os municípios polos na área da saúde sofrem com a forma de repasse em vigor, que leva em consideração o número de habitantes de cada cidade e não o número de atendimentos realizados, citando como exemplo, a cidade de Ribeirão Preto.

“Realizamos em 2011, 1,8 milhão consultas o que significa que atendemos cerca de 400 mil pessoas. Por ser um polo regional de saúde, Ribeirão Preto atende pacientes vindos de mais de 26 cidades da região ligados à DIR- Divisão Regional de Saúde- que compreende 1, 342 mil milhão de habitantes, onde os pacientes podem ir mais de uma vez a unidade. O repasse deveria ser feito por atendimento e não levando em conta o número de habitantes que é de 604 mil”, disse a prefeita.

Completando o raciocínio, a prefeita disse ainda que os atendimentos são mais do que o dobro da população da cidade.   Em 2012 a previsão é de um orçamento de R$ 361 milhões, sendo R$ 265 milhões de recursos próprios e R$ 96 milhões vinculados, ou seja, recurso federal, reforçando o pedido de mudança na forma do repasse e recebendo apoio de prefeitos das cidades polo na área da saúde e que passam pelo mesmo problema.