Prefeita e Camp Guarujá buscam novas ferramentas de fomento a qualificação profissional

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 25 de janeiro de 2012 as 12:13, por: cdb

25/01/12

 

Na última sexta-feira (20), a prefeita recebeu os diretores do Centro de Atendimento ao Menor Patrulheiro de Guarujá, Camp Guarujá. Na ocasião, a diretoria da entidade solicitou apoio da Prefeitura para ampliar as ações de formação profissional na Cidade, para atender as exigências do mercado.

Participaram do encontro, realizado no gabinete do Paço Moacir dos Santos Filho, o presidente da instituição, Adelino de Almeida Pereira; o gerente-geral Orlando Dantas Silva, e o presidente fiscal Pompeu Esteves. De acordo com Dantas, há possibilidade da utilização da sede do Camp Guarujá no período noturno. “Poderemos trabalhar com qualificação direcionada para adultos. Podemos propor uma parceria com empresas e promover cursos direcionados”, disse o gerente da unidade.

Além disso, a diretoria do Camp Guarujá também apresentou as parcerias que a instituição mantém atualmente. Entre elas, com a Associação de Pais e Amigos do Excepcional (Apae), Centro de Recuperação de Paralisia Infantil e Cerebral (CRPI) e Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Guarujá (Apaag). “Estamos aptos a atender a pessoa com deficiência e inseri-las no mercado porque temos estrutura de acessibilidade, auditiva”.

O Camp Guarujá está num novo momento. Além de buscar a ampliação de atendimento na formação, a instituição está construindo uma nova sede e quer maior agilidade. Por esse motivo, a prefeita, em conjunto com a diretoria, estabeleceu uma série de ações, para divulgação do trabalho e captação de apoio das empresas privadas para a entidade, criando um canal de oportunidades.

Dentre as ações destacam-se a busca de opções para linha de financiamento; audiência com o Ciesp para apresentação do projeto aos membros do conselho; apresentação do projeto ao comitê de logística da Associação Comercial e Empresarial de Guarujá (Aceg) e consulta sobre a possibilidade de financiamento pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

As pessoas da Cidade, não podem ficar de fora do desenvolvimento que Guarujá e toda a região vão receber. Apesar de todas as ações e parcerias, como Prefeitura e Senai, a qualificação ainda é baixa e precisamos de parceiros para reverter isso”, disse a prefeita

Obras – O presidente do Conselho Fiscal da Instituição, Pompeu Esteves, explicou que o Camp Guarujá tem uma boa geração de caixa. No entanto, foram investidos cerca de R$ 6 milhões na construção da nova sede. Atualmente, um dos importantes recursos que o Camp Guarujá conta é a doação de créditos da “Nota Fiscal Paulista”. Informações sobre como é feita a doação podem ser obtidas no site da instituição (http://www.camp-guaruja.org.br/NotaFiscal_Paulista.php).