Prefeita de Fortaleza decreta estado de emergência

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 8 de janeiro de 2005 as 09:14, por: cdb

A prefeita Luizianne Lins (PT) decretou na noite desta sexta-feira estado de emergência em Fortaleza por 120 dias. Ela fez o anúncio após reunião com todo seu secretariado. O decreto possiblita a prefeita petista a contratar sem licitação pessoal e serviços. A medida, que já vinha sendo estudada, foi tomada por causa da situação financeira do município.

O último levantamento revelou que o valor dos restos a pagar a curto prazo deixados pelo ex-prefeito Juraci Magalhãe (PMDB) é de R$342 milhões. Além disso, quase todos os 6.118 contratos terceirizados do município venceram em 31 de dezembro. A maior parte nas nas áreas de educação, saúde e na Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci).

O estado de emergência, segundo ela só foi usado para contratar serviços como o fornecimento de leite para creches e para viabilizar uma de suas principais bandeiras de campanha, a “Operação Fortaleza Bela”.