Prédio desaba no centro do Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 25 de setembro de 2002 as 18:59, por: cdb

Um prédio de cinco andares desabou na tarde desta quarta-feira no centro do Rio, na Rua 1º de Março, próximo à Assembléia Legislativa. `Às 15h45, ainda não havia informações precisas sobre o número de vítimas, mas o Corpo de Bombeiros informou que existem pessoas soterradas. Ainda não havia também detalhes sobre as causas do desabamento.
Por volta das 15h30, havia um grande tumulto no local. O prédio ficava na esquina com a Rua do Rosário, área onde estão localizados vários edifícios tombados pelo Patrimônio Histórico.
No prédio, uma construção antiga, funcionava um restaurante no térreo e o Hotel do Rosário, que funcionava no local havia mais de duas décadas. Testemunhas acreditam que dez pessoas devem estar soterradas. Na hora do desabamento, transeuntes ouviram um forte estalo e conseguiram avisar muitas pessoas que estavam no interior do edifício, que conseguiram sair a tempo.
Os bombeiros estavam tentando tirar os entulhos com as mãos. Uma retroescavadeira acabava de chegar, para os trabalhos de remoção dos entulhos, enquanto os homens do Corpo de Bombeiros tentavam remover parte dos entulhos com as mãos.
O trânsito foi desviado e havia um grande congestionamento no Centro do Rio. O prédio de nº 61, que fica ao lado, estava sendo evacuado. Segundo o Corpo de Bombeiros, havia risco de um novo desabamento.
O desabamento do prédio de cinco andares no centro do Rio já ameaça construções vizinhas. O Corpo de Bombeiros isolou o local e desviou o trânsito. O edifício de número 61 da rua 1º de Março, vizinho imediato ao local, foi evacuado porque, segundo os bombeiros, existe risco de novo desabamento. O prédio, que desabou às 15h20, estava localizado na região central do Rio de Janeiro, onde estão várias outras construções tombadas pelo Patrimônio Histórico. Era um prédio de cinco andares e lá funcionava um hotel que estava em obras, um chaveiro e um restaurante no piso térreo.

O Corpo de Bombeiros confirmou que existem pessoas soterradas. Além das pessoas que estavam no prédio (freqüentadores do restaurante e operários na obra do hotel), também foram atingidos pedestres que passavam pelo local. Ainda não existem informações sobre o número exato de vítimas. As primeiras informações indicam que havia pelo menos 20 pessoas no restaurante na hora do desabamento. Durante alguns minutos, os bombeiros suspenderam as buscas, porque ouviram um ruído que poderia indicar novo desabamento – mas os trabalhos foram retomados depois.
As primeiras informações do Corpo de Bombeiros indicam que o desabamento do prédio na Rua 1º de Março, no centro do Rio pode ter sido provocado por obras que estavam sendo realizadas em uma lanchonete localizada no piso térreo. Pela manhã, segundo testemunhas, havia índicios de que uma pilastra do prédio estava cedendo. A Polícia Militar chegou a pedir para as pessoas deixarem o local pouco antes do desabamento, por conta do risco já verificado, mas ainda restaram algumas no local.