Powell diz que há ‘problemas’ em dossiê do Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 17 de dezembro de 2002 as 00:07, por: cdb

Os Estados Unidos afirmam que esperam liberar a primeira avaliação da declaração de armas do Iraque até o final desta semana.

O secretário de Estado americano, Colin Powell, disse que não iria fazer um julgamento final do relatório até que a sua análise tivesse sido completada e as discussões com os inspetores de armas da ONU (Nações Unidas) fossem finalizadas.

Mas Colin Powell adiantou que há “problemas” no relatório de declaração de armas do Iraque.

“Nós o analisamos com ceticismo e a informação que recebi até agora é que o ceticismo tinha razão de ser”, afirmou Powell em Washington, nesta segunda-feira.

“Última chance”

Sua afirmação foi feita depois que o porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, fez uma advertência em relação ao dossiê, que foi apresentado no dia 7 de dezembro, avisando que o relatório tinha sido “a última chance” do governo iraquiano de falar a verdade sobre seu programa de armas.

Oficiais do governo americano e da Grã-Bretanha já tinham indicado que o dossiê de 12 mil páginas não abrange toda a produção de agentes químicos e biológicos de Bagdá.

O correspondente da BBC em Washington disse que não estava claro, a esta altura, que tipo de atitude os americanos tomarão caso eles anunciem que o documento apresentado pelo Iraque tem problemas.

Ele acredita que os Estados Unidos poderão pedir ao Conselho de Segurança da ONU que aprove a ação militar, ou que os inspetores de arma poderiam continuar seus trabalhos na esperança de encontrar provas concretas de que o Iraque mentiu sobre seu arsenal.