Portuguesa é goleado pelo Bahia e cai para a segunda divisão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 17 de novembro de 2002 as 18:37, por: cdb

O Bahia escapou do rebaixamento com a vitória por 4 a 2 sobre a Portuguesa, na tarde deste domingo. O time baiano garantiu a permanência na divisão de elite do Campeonato Brasileira jogando fora de casa, no estádio Wilson de Barros, em Mogi Mirim.

Com o resultado, a Portuguesa foi rebaixada para a segunda divisão. O time paulista terminou a primeira fase na 23ª colocação, com 27 pontos. Já o Bahia, com o resultado positivo, subiu para 30 pontos e garantiu seu lugar na primeira divisão em 2003.

A Portuguesa chegou com perigo logo aos três minutos do primeiro tempo, com um chute de Sandro Fonseca rente à trave. O Bahia se recuperou e deu o troco aos 12min, em uma cabeçada na trave de Nonato. Aos 23min, o atacante baiano chutou forte para grande defesa de Bosco.

Melhor em campo, o time baiano fez o primeiro aos 36min. Bebeto Campos invadiu a área e foi desarmado pela zaga. No rebote, Nonato bateu cruzado, da entrada da área, no canto direito, sem defesa para Bosco.

O Bahia ampliou logo no início da segunda etapa. Robson ganhou dividida com Bosco e rolou para Nonato fazer o segundo. A Portuguesa reagiu e descontou aos 19min. Ricardo Oliveira fez jogada individual no meio-campo e bateu de perna esquerda, da intermediária.

No minuto seguinte, Luís Henrique fez falta violenta e foi expulso, deixando a Lusa com 10 em campo. Mesmo com um jogadora a menos, a Portuguesa estava melhor, mas aos 29min, Nonato tocou na saída de Bosco e o terceiro do Bahia. Cinco minutos depois, Geraldo cruzou e Bebeto Campos marcou o quarto gol baiano. Faltando apenas quatro minutos para o final, Ricardo Oliveira cobrou falta e marcou o segundo da Portuguesa, mas não evitou o rebaixamento da equipe paulista.

PORTUGUESA
Bosco; Ricardo Lopes, Júnior, Luís Henrique e Júlio; Sandro Fonseca, Rocha, Edson Araújo (Danilo) e Éder (Alexandre Gaúcho); Cléber (André Pinto) e Ricardo Oliveira
Técnico: Gilson Nunes

BAHIA
Emerson; Daniel, Marcelo Souza, Valdomiro e Calisto; Jair, Ramalho (Ramos), Bebeto Campos e Geraldo; Róbson e Nonato
Técnico: Candinho

Local: estádio Wilson de Barros, em Mogi Mirim
Árbitro: Antônio Pereira da Silva (GO)
Auxiliares: Filomeno Dourado Santos (GO) e Geraldo Castro (GO)
Cartões vermelhos: Luís Henrique
Gols: Nonato, aos 36min do 1º tempo; Nonato, aos 3 e aos 29min, Ricardo Oliveira aos 19 e aos 41, Bebeto Campos aos 34 do 2º tempo.