Policiais civis são acusados de agredir PM no litoral de São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de janeiro de 2005 as 05:25, por: cdb

Três policiais civis do Denarc (Departamento de Investigações sobre Narcóticos) de São Paulo estão sendo acusados de agredir um tenente da Polícia Militar no domingo na praia de Maresias, em São Sebastião, no litoral norte do Estado.

A polícia de São Sebastião abriu um inquérito para apurar o caso e enviou uma representação à Corregedoria da Polícia Civil, que até esta terça-feira havia identificado apenas um dos acusados.

O corregedor-geral da Polícia Civil de São Paulo, Rui Estanislau Silveira Mello, informou que já pediu o afastamento do acusado até o final das investigações.

Segundo o delegado seccional de São Sebastião, João Barbosa Filho, os policiais civis teriam se envolvido em uma confusão com um comerciante de Maresias.

A PM foi chamada ao local e tentou levar o trio à delegacia. Eles se identificaram como policiais e se negaram a cumprir a ordem dos PMs. Um deles chegou a agredir um tenente, identificado apenas como Lemes.

O delegado Darci Ribeiro, do 1º DP da cidade, foi ao local da confusão e determinou que os policiais civis o seguissem até a delegacia. No meio do caminho, entretanto, o trio voltou atrás, chegou a sacar armas e fugiu em um Golf prata que, de acordo com o delegado seccional, está registrado em nome de uma empresa.

Além da agressão ao PM, os policiais civis deverão responder às acusações de desobediência, desacato e resistência.