Polícia suspeita que filho tenha matado avós em São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 17 de novembro de 2006 as 19:42, por: cdb

Para a polícia de São Paulo, um dos filhos do casal de idosos assassinado na manhã desta sexta-feira em Perdizes, bairro nobre da Zona Oeste de São Paulo, tenha sido o responsável pelo crime. O aposentado Sebastião Esteves Tavares e sua mulher, Hilda Gonçalves, foram encontrados mortos a facadas.

Um dos filhos do casal, Rogério Gonçalves Tavares, também estava na residência, e foi encontrado trancado no quarto, com ferimentos na nuca. A avó de Rogério e mãe de Ilda, Isaura da Purificação, também estava na residência e se trancou no banheiro após o crime.

A polícia disse que, em caso de latrocínio (roubo seguido de morte), a fuga do assaltante teria sido complicada, já que a casa é de difícil acesso pelas laterais e pelos fundos. O melhor jeito de sair seria pela frente, mas ninguém relatou ainda ter presenciado movimentação de estranhos pela porta principal. Também não foram encontradas até o momento pistas que indiquem que a casa foi invadida.

Rogério foi levado ao Hospital São Camilo e passou por uma cirurgia para fechar o corte profundo que tinha atrás do pescoço. O ferimento está localizado no início da coluna cervical e não provocou lesões na medula óssea. Rogério deve receber alta no sábado pela manhã. A avó de Rogério foi levada em estado de choque a um hospital, sem ferimentos. No final do manhã, ela prestou depoimento no 23º Distrito Policial de Perdizes.

O crime ocorreu entre 6 horas e 6h30. Uma testemunha teria estranhado o barulho na residência, e ligou para a polícia, que chegou ao local por volta das 7 horas. Seis carros da Polícia Militar atenderam à ocorrência. A perícia chegou ao local por volta das 10 horas. Os corpos foram retirados às 11h40. Segundo a PM, Rogério teria saído para a rua, ensangüentado, pedindo ajuda e dizendo ter sido vítima de tentativa de assalto.