Polícia prende mulher acusada de estelionato no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 7 de novembro de 2006 as 16:11, por: cdb

Policiais civis da 1ª DP (Praça Mauá) prenderam nesta terça-feira, Eronice Silva de Souza, 52. Contra ela há quatro mandados de prisão: dois expedidos pelo Distrito Federal, um deles por tráfico de drogas; um pela justiça de Minas Gerais e outro pelo estado de Goiás. Eronice, no entanto, foi presa no Rio de Janeiro acusada de estelionato.

Eronice de Souza abriu uma empresa de fachada, batizada como “Garden Recuperadora de Créditos”, na Avenida Presidente Vargas, Centro do Rio. O escritório supostamente limpava o nome dos inadimplentes, mas cobrava um preço pelo serviço. As quantias chegavam a R$ 1,5 mil por cliente.

Duas vítimas da estelionatária que, após contato com Euronice, continuavam com os nomes das duas permaneciam na lista de inadimplentes, decidiram voltar ao escritório e tiveram uma surpresa: a sala estava vazia. O caso foi registrado na delegacia da Praça Mauá. Por meio dos telefones que constavam no panfleto, a polícia descobriu o endereço da estelionatária.

Eronice foi presa em seu apartamento em Copacabana, Zona Sul do Rio. No local foram encontrados documentos de outras vítimas do golpe, cheques, folhas de cheque em branco, diversos panfletos, mas dessa vez com outros endereços, cópias de documentos e uma agenda.
A presa vai responder pelo crime de estelionato e será encaminhada para Brasília.