Polícia prende acusado de ter comandado grupo que matou motorista no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 11 de abril de 2004 as 17:20, por: cdb

A polícia do Rio prendeu neste domingo Pedro Arthur de Farias, de 44 anos, conhecido como Cuca e apontado como o líder do grupo responsável pela morte de Telma Veloso Pinto, de 38 anos. Ela dirigia um Citroën e foi atingida por um tiro, na madrugada de sexta-feira, enquanto criminosos do morro do Vidigal tentavam invadir a favela da Rocinha, na zona sul.

O acusado foi preso na casa de sua mãe, no morro do Vidigal, enquanto dormia. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, Farias negou ser o autor do tiro que atingiu a motorista e apontou um outro criminoso como o responsável pelo disparo.

A secretaria afirma que Farias, Eduíno de Araújo, o Dudu, antigo chefe do tráfico na Rocinha, e outros dois homens, preparavam um comboio de criminosos armados em direção à favela da Rocinha.

A polícia confirmou que o tráfico no morro do Vidigal é dividido entre Farias, que controlaria a venda de maconha, e um criminoso conhecido como Sapo, que controlaria o comércio de cocaína. Para os policiais, o acusado disse que controlava apenas os soldados do tráfico.

Além de Farias, que será transferido da 15ª DP da Gávea para a Polinter, um adolescente foi detido no Vidigal e outros dois homens foram presos na Rocinha.